Vale a pena investir no Tesouro Selic?

Opção válida em tempos de inflação alta, o Tesouro Selic utiliza a taxa básica de juros como um indexador para sua rentabilidade.

O Comitê de Política Monetária do Banco Central reajustou a Selic para 9,25% ao ano
O Comitê de Política Monetária do Banco Central reajustou a Selic para 9,25% ao ano - Shutterstock

por Loyane Lapa
Publicado em 09/12/2021 às 10:30
Atualizado às 10:30

COMPARTILHEFacebook Finanças e EmpreendedorismoPinterest Finanças e Empreendedorismo

Após a última reunião do ano de 2021, o Copom decidiu ajustar a taxa básica de juros para 9,25% ao ano. E, apesar de dificultar a vida de muita gente, esse valor pode ser convertido em uma coisa boa: rentabilidade. E ela é possível através do Tesouro Selic, um tipo de aplicação que utiliza a taxa Selic como indexador.

O Tesouro Selic é uma ótima opção, principalmente agora, com a alta dos juros. E por ser um investimento de renda fixa, esse ativo costuma ser uma boa opção entre aqueles que desejam juntar dinheiro para gastos no curto prazo ou ainda, para aqueles que precisam fazer a sua reserva de emergência

O que é o Tesouro Selic?

Antes de mais nada, o Tesouro Selic é uma Letra Financeira do Tesouro (LFT), conhecido popularmente como um dos títulos de dívida pública brasileira. Nesse sentido, o dinheiro investido serve como um empréstimo ao Governo, que utiliza esses recursos para financiar seus gastos e investimentos. 

Por outro lado, ao emprestar esse dinheiro ao Tesouro Nacional, o órgão se compromete a devolver o dinheiro corrigido por uma taxa e um prazo definido no momento da aplicação. No caso do Tesouro Selic, o rendimento está atrelado à taxa básica de juros e o tempo de aplicação é disponibilizado pelo Tesouro Nacional.

Uma das vantagens desse tipo de aplicação financeira é que ela possui rendimento diário, o que preserva o dinheiro investido, caso seja necessário realizar a retirada do valor de forma antecipada.

Além disso, o Tesouro Selic garante recompra diária do título, garantindo assim que os recursos retornem para a conta do investidor no dia útil seguinte após o resgate.

De forma resumida, o Tesouro Selic vale a pena por conta de:

  • rentabilidade;
  • resgate fácil;
  • alta da Selic.

Contrariando outros tipos de investimentos, o Tesouro Selic aumenta o rendimento conforme a Selic sobe. Por isso, essa aplicação torna-se uma forte candidata para a poupança, por exemplo. 

Vale lembrar que o Tesouro Selic não possui garantia do Fundo Garantidor de Crédito (FGC), porque a garantia de retorno dos recursos aplicados é um compromisso da União. Então essa é uma opção segura de investimento. 

Como investir no Tesouro Selic?

O primeiro passo para quem deseja investir no Tesouro Selic é a aplicação via site do Tesouro Direto. Lá, você encontrará outras opções de títulos além do Tesouro Selic, como o Tesouro IPCA e aplicações pré-fixadas.

Além disso, o site do Tesouro Nacional possui simulações e uma área que indica o melhor investimento de acordo com o seu objetivo e meta futura. Para isso são listadas opções como a compra de um carro, viagem, estudos, casa nova e aposentadoria.

Com informações de InfoMoney.