Você realmente sabe o que é a Previdência Social?

Separamos informações claras e objetivas acerca dos benefícios e beneficiários da Previdência

O que é a Previdência Social
O que é a Previdência Social - Shutterstock

por Gabriela Campos
Publicado em 25/07/2021 às 15:00
Atualizado às 15:00

COMPARTILHEFacebook Finanças e EmpreendedorismoPinterest Finanças e Empreendedorismo

O termo “Previdência Social” é um velho conhecido da grande maioria dos brasileiros, contudo, algumas dúvidas ainda pairam no ar. Se você ainda têm indecisões sobre o que é a Previdência e para que ela serve, confira abaixo o tira-dúvidas que o Finanças e Empreendedorismo preparou de acordo com as informações do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). 

Afinal, o que é a Previdência?

A Previdência é um dos produtos que compõem o leque de serviços executados pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Ela é um seguro que garante aos seus contribuintes e familiares uma renda em casos de doença, acidente, gravidez, prisão, morte e velhice. Ou seja, ela serve para substituir a renda do segurado-contribuinte, quando há perda da sua capacidade de trabalho. Sabe aquela sua tão sonhada aposentadoria? Pois então, ela é um benefício da Previdência Social.

Quais são os tipos de benefícios da Previdência Social?

Aposentadoria por idade

Aposentadoria por invalidez

Aposentadoria por tempo de contribuição

Aposentadoria especial

Auxílio-doença

Auxílio-acidente

Auxílio-reclusão

Pensão por morte

Pensão especial (Síndrome da Talidomida)

Salário-maternidade

Salário-família

Quem pode se inscrever?

Empregados, empregados domésticos, trabalhadores avulsos, contribuintes individuais, trabalhadores rurais, donas de casa e estudantes podem ser segurados pela Previdência Social. De forma geral, pode-se dizer que todo brasileiro que possui mais de 16 anos pode se inscrever e se tornar contribuinte da Previdência. Contudo, há algumas observações específicas com relação às formas de inscrição, confira: 

- Todo trabalhador com carteira assinada é automaticamente filiado à Previdência, ou seja, ele é inscrito e contribui forma automática (desconto em folha), sem a necessidade de executar essa ação individualmente;

- Quem trabalha por conta própria (sem carteira assinada) também pode contribuir para a Previdência, contudo, para isso, é necessário que o trabalhador se inscreva e contribua mensalmente para ter acesso aos benefícios previdenciários.

Leia também