Prova de vida: veja agora como funcionará o calendário do INSS em 2022

A prova de vida é um importante instrumento para evitar o corte de benefícios de aposentados e pensionistas do INSS.

A prova de vida pode ser feita de forma presencial ou remota
A prova de vida pode ser feita de forma presencial ou remota - Shutterstock

por Loyane Lapa
Publicado em 30/10/2021 às 15:00
Atualizado às 15:00

COMPARTILHEFacebook Finanças e EmpreendedorismoPinterest Finanças e Empreendedorismo

A prova de vida é um importante procedimento do INSS, previsto em lei, para evitar fraudes e pagamentos indevidos e ocorre uma vez por ano para segurados que recebem benefícios da previdência social a mais de doze meses.

Durante 2020, esse processo ficou suspenso. Isso porque, a maioria das pessoas que realizam a prova de vida são aposentados e pensionistas do INSS, ou seja, um dos grupos de risco para a covid-19 durante o auge da pandemia.

A não obrigatoriedade de fazer a prova de vida continuou vigente até 1º de junho de 2021. Mas, pouco tempo depois, essa obrigatoriedade voltou a ser suspensa. Agora, a suspensão da prova de vida começou em outubro e termina em dezembrodeste ano.

Sabendo disso, o INSS já divulgou os procedimentos de como funcionará a prova de vida em 2022. Para saber mais sobre o assunto, continue a leitura!

Celular com o app Meu INSS aberto
O aplicativo Meu INSS possibilitará a prova de vida digital para alguns segurados | Imagem: Shutterstock

Prova de vida em 2022: como fica?

No dia 15 de outubro, o Governo Federal publicou uma portaria que reinstitui o funcionamento e obrigatoriedade da prova de vida durante o ano de 2022. 

Em resumo, aqueles que não comparecerem ao INSS até novembro de 2021 para fazer a prova de vida terão que seguir um calendário para não perder o benefício.

Nesse sentido, se você é aposentado ou pensionista do INSS e está de novembro de 2020 a junho de 2021 sem comparecer à prova de vida, você precisará marcar o procedimento até o final de janeiro de 2022 para não ter a suspensão do benefício.

Já para aqueles que fizeram a prova de vida em 2021, mesmo com a suspensão da obrigatoriedade, a prova de vida deverá ser realizada no mês do seu aniversário. Em caso da não realização, o benefício também será suspenso.

Calendário de retomada da prova de vida em 2022:

Mês de vencimento:Prazo final em 2022:
Novembro/2020 a Junho/2021Janeiro
Julho e Agosto/2021Fevereiro
Setembro e Outubro/2021Março
Novembro e Dezembro/2021Abril

Como fazer a prova de vida?

Normalmente, o jeito mais comum de fazer a prova de vida é comparecer no banco o qual o segurado do INSS recebe o pagamento do seu benefício. Mas aqueles que possuem biometria bancária podem fazer a prova de vida pelo caixa eletrônico mesmo. 

Muitos bancos também aceitam qualquer transação bancária realizada como prova de vida, um exemplo disso é a solicitação de extrato bancário. Contudo, vale lembrar que é preciso entender primeiro se a instituição financeira aceita essa possibilidade.

Já em casos em que o segurado do INSS não possui a biometria cadastrada, é necessário comparecer presencialmente com documentos pessoais como CPF e documento com foto, na instituição financeira de pagamento do benefício.

Caso esse beneficiário tenha mais de 80 anos e não tenha biometria, é uma obrigação da instituição financeira em prover um atendimento rápido, dando prioridade máxima. Afinal, essa é uma idade em que toda e qualquer exposição pode afetar a saúde do idoso.

Prova de vida digital

De acordo com o Instituto Nacional do Seguro Social, mais de 510 mil beneficiários como aposentados e pensionistas estão aptos a fazer a prova de vida por biometria facial. Essa opção pode ocorrer através do aplicativo Meu INSS.

Para fazer a biometria facial, o INSS usa a base de dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Nesse sentido, para fazer a biometria facial, é necessário que o segurado tenha carteira de motorista ou título de eleitor com biometria cadastrada no Departamento de Trânsito (Detran) ou na Justiça Eleitoral. 

Para saber se você está apto a fazer a prova de vida por biometria, basta acessar o aplicativo Meu INSS, disponível para todos os sistemas operacionais. Caso não esteja, ainda será necessário ir até a sua agência bancária para realizar o procedimento.

Segundo o INSS, existe a pretensão de implantar a prova de vida digital para a maioria dos beneficiários, mas não há uma previsão de quando isso irá acontecer.

TAGS