Já tem data: 13º do INSS começará a ser pago em 25 de maio

Tem dúvidas do dia que irá receber o pagamento do benefício? Confira mais detalhes sobre o calendário!

Calendário de pagamentos já está disponível no site do INSS e no aplicativo Meu INSS
Calendário de pagamentos já está disponível no site do INSS e no aplicativo Meu INSS - Shutterstock

por Gabriela Campos
Publicado em 19/05/2021 às 11:00
Atualizado às 11:00

COMPARTILHEFacebook Finanças e EmpreendedorismoPinterest Finanças e Empreendedorismo

Após o anúncio da antecipação do pagamento do 13º salário dos aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), alguns beneficiários ainda podem ter ficado na dúvida: mas afinal, que dia eu receberei a 1ª e a 2ª parcela?

Para deixar tudo bem esclarecido, vamos às perguntas e respostas sobre o assunto!

1) Quando começarão os pagamentos do 13º salário dos aposentados e pensionistas do INSS?

O pagamento do 13º salário dos beneficiários, como é de costume, será dividido em duas parcelas. Confira abaixo as datas de início:

- Para os beneficiários que recebem até um salário mínimo, a primeira parcela será paga do dia 25 de maio até 8 de junho. Já a segunda, será do dia 24 de junho até 7 de julho; 

- Para os beneficiários que recebem mais do que um salário mínimo, a primeira parcela será paga de 01 a 8 de junho.

2) Como saber o dia exato em que irei receber?

O 13º será pago juntamente com o benefício da competência do mês de maio e junho. Ou seja: no dia em que você já recebe seu benefício mensal. 

Contudo, caso fique com alguma dúvida, o INSS disponibilizou em seu site o calendário de pagamentos dos benefícios. É só acessar o site do Instituto e clicar na opção “Calendário de pagamento”. Um PDF será baixado automaticamente contendo todas as datas, as quais variam conforme o dígito final do benefício (número impresso no cartão).  

3) Quanto eu irei receber?

Como informado acima, o 13º salário será dividido em duas parcelas. Na primeira, o beneficiário receberá a metade do valor do benefício, já que esta é isenta do Imposto de Renda. Por exemplo: se seu benefício é de R$1100, na primeira parcela você receberá R$550. 

Na segunda parcela, porém, o valor será menor, já que sobre ele recairá o imposto. Vale lembrar, porém, que a tributação varia caso a caso, conforme a idade e valor do benefício. 

Leia também