Restituição do IR: dados incorretos afetam mais de 462 mil contribuintes

De acordo com o Banco do Brasil, o montante acumulado dos pagamentos chega a R$295 milhões

Restituição do IR
Restituição do IR - Shutterstock

por Gabriela Campos
Publicado em 08/06/2021 às 11:37
Atualizado às 11:37

COMPARTILHEFacebook Finanças e EmpreendedorismoPinterest Finanças e Empreendedorismo

Mais de 462 mil contribuintes ainda não resgataram a restituição do Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) de anos anteriores por estarem com os dados bancários incorretos ou não informados. 

De acordo com o Banco do Brasil (BB), via Agência Brasil, o montante acumulado chega a R$295 milhões, incluídos neste valor o pagamento de restituição e também de grupo integrantes de lotes residuais da malha fina. 

Com o número do CPF, o contribuinte consegue verificar se há algum valor de restituição aguardando retirada no banco. Para isso, ele deve acessar o site do BB, instituição responsável pelos pagamentos, e, na barra “Buscar”, digitar “Imposto de Renda”. Caso os dados bancários de pagamento da restituição estejam incorretos, o contribuinte consegue alterar ali mesmo. 

Se o contribuinte for cliente do BB, ele consegue regularizar a situação registrando os dados da conta no mesmo momento da consulta pelo autoatendimento digital do banco. 

Quem não for correntista, deve acessar o portal www.bb.com.br/irpf, ir na opção "Consulte sua restituição de Imposto de Renda”, e inserir os dados bancários corretos, seja de conta corrente ou de poupança.

Ao atualizar os dados de forma correta, o contribuinte receberá o valor da restituição em conta no próximo dia útil. 

Prazo para alteração dos dados e recebimento da restituição

O contribuinte pode fazer a alteração dos dados bancários diretamente com o BB até um ano após a liberação da restituição. Passado esse período, as restituições são devolvidas para a Receita Federal (RF) e o contribuinte deve requerer novo pagamento, diretamente com a RF, em até cinco anos.

Tenho restituição a receber?

Para acompanhar o processo de pagamento das restituições do IRPF 2021, o contribuinte deve acessar a página da Receita Federal, clicar no campo “Meu Imposto de Renda” e, em seguida, “Consultar Restituição”. A consulta também pode ser feita no aplicativo Meu Imposto de Renda, disponível para os smartphones dos sistemas Android e iOS.

Leia também