Imposto de Renda: veja quais são as possíveis mudanças para quem declara

Com a nova proposta de Imposto de Renda, mais brasileiros ficarão isentos. Veja se este é o seu caso!

Com a reforma do Imposto de Renda, mais pessoas passarão a ser isentas | Imagem: Shutterstock
Com a reforma do Imposto de Renda, mais pessoas passarão a ser isentas | Imagem: Shutterstock

por Loyane Lapa
Publicado em 06/10/2021 às 12:22
Atualizado às 12:22

COMPARTILHEFacebook Finanças e EmpreendedorismoPinterest Finanças e Empreendedorismo

Recentemente, aconteceu a aprovação do texto-base para a Reforma do Imposto de Renda, já prevista para entrar em vigor a partir do ano de 2022.

A boa notícia é que esse projeto prevê correções tributárias nas faixas de imposto, aumentando em até 5 milhões o número de contribuintes que ficarão isentos.

Todavia, há muitos consumidores que ainda não entenderam o que muda para o seu bolso. Mas você pode respirar aliviado! Vamos te explicar agora os principais pontos da Reforma do Imposto de Renda. 

1. Atualização nas faixas do Imposto de Renda

Antes de mais nada, a mudança no Imposto de Renda ganhará novos isentos. Isso porque, com a mudança na tributação, a faixa de isenção passará de R$ 1.903,98 para R$ 2,5 mil. 

Esse reajuste fará com que mais de 5 milhões de contribuintes brasileiros fiquem livres de prestar contas com o leão e tornem-se isentos de tributação.

Segundo o Governo Federal, com essa mudança, o número de pessoas físicas isentas de Imposto de Renda passarão de 10,7 milhões para 16,3 milhões

Com isso, as faixas seguintes também sofrerão um impacto. Veja abaixo como ficará, caso o novo Imposto de Renda seja aprovado.

Base do cálculo atual (R$)Proposta da base de cálculo (R$)Alíquota (%)
Até R$ 1.903,98Até R$ 2.5000%
De R$ 1.903,99 até R$ 2.826,65De R$ 2.500,01 até R$ 3.200,007,5%
De R$ 2.826,66 até R$ 3.751,05De R$ 3.200,01 até R$ 4.250,0015%
De R$ 3.751,06 até R$ 4.664,68De R$ 4.250,01 até R$ 5.300,0022,5%
Acima de R$ 4.664,69Acima de R$ 5.300,0127%

2. Redução do desconto da declaração simplificada

Conforme o novo projeto de reforma do Imposto de Renda, o contribuinte que optar pela declaração simplificada terá o limite de desconto reduzido para R$ 10.563,60. 

Atualmente, o desconto padrão, ou seja, o valor que pode ser abatido dos rendimentos sobre o qual não incidirá impostos, é de 20% dos rendimentos tributáveis anuais, com a limitação de R$ 16.754,34. 

Esse abatimento substitui todas as deduções legais da declaração completa, entre elas aquelas de gasto com educação e saúde. 

Mas o que o Imposto de Renda ganha com todas essas mudanças?

De fato, quem ganha é o contribuinte. Afinal, com menos impostos, sobra mais dinheiro.

Além disso, para aqueles contribuintes que continuarão pagando o Imposto de Renda, o valor será bem menor, já que há uma readequação nas faixas de contribuição. 

Embora o valor de contribuição seja menor, vale lembrar que para quem contribui, o valor de restituição do Imposto de Renda também será menor.

Por isso, é muito importante que você continue de olho em todas as notícias que continuarão saindo sobre essa mudança. Já que isso impactará diretamente no seu bolso no futuro, mas de uma forma muito positiva. 

Apesar do impacto na diminuição de contribuintes, o Governo Federal alega que não haverá impacto na contribuição, porque o intuito da reforma é justamente aumentar a alíquota de empresas e de pessoas que ganham mais através da tributação de lucros e dividendos. 

Fontes:Câmara e G1

TAGS