Acabou o prazo: veja como declarar o IRPF 2021 em atraso

Quem não entregou deve transmitir a declaração o quanto antes

IRPF 2021 deve ser entregue mesmo que fora do prazo
IRPF 2021 deve ser entregue mesmo que fora do prazo - Shutterstock

por Gabriela Campos
Publicado em 01/06/2021 às 08:30
Atualizado às 08:30

COMPARTILHEFacebook Finanças e EmpreendedorismoPinterest Finanças e Empreendedorismo

Às 23h59 da última segunda-feira (31), a Receita Federal encerrou o prazo de envio da declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física 2021. Os contribuintes obrigatórios que não entregaram a declaração dentro do prazo, porém, devem ficar em alerta e buscar acertar as contas com o Leão o quanto antes.

Para isso, na manhã desta terça-feira (01) a Receita Federal liberou novamente o sistema para todos que precisam fazer o envio em atraso do IRPF 2021.

Vale lembrar que as pessoas físicas que eram obrigadas a declarar o Imposto de Renda até dia 31 de maio, mas que ainda não o fizeram, poderão sofrer graves consequências caso não regularizem sua situação junto à Receita Federal. 

O que acontece com quem não entregou a Declaração no prazo?

Quem não cumpriu o prazo de entrega da Declaração receberá uma multa mínima de R$ 165,74 e máxima de 20% do imposto devido. A multa é calculada diretamente no site da Receita, no momento em que o contribuinte faz o envio da declaração em atraso.

Além da cobrança monetária pelo atraso, quem não entregou o documento dentro do prazo terá o CPF bloqueado, o que pode impedir o contribuinte de tirar ou renovar passaporte, de prestar concurso público, de fazer empréstimos, de obter certidão negativa para venda de imóvel e até mesmo de abrir conta em banco.

Fora isso, quem é obrigado por lei a entregar a declaração e não a faz, é considerado sonegador de imposto e, dependendo do caso, pode pegar até cinco anos de prisão.

Leia também