Saindo das dívidas: confira 3 hábitos que você precisa evitar!

Para você que está saindo das dívidas: é necessário agir com cautela para não voltar aos velhos hábitos. Conheça agora maneiras de evitar novas dívidas.

As compras por impulso são consideradas vilãs para quem está saindo das dívidas
As compras por impulso são consideradas vilãs para quem está saindo das dívidas - Shutterstock

por Loyane Lapa
Publicado em 02/11/2021 às 15:30
Atualizado às 15:30

COMPARTILHEFacebook Finanças e EmpreendedorismoPinterest Finanças e Empreendedorismo

Com tantas oportunidades surgindo de sair das dívidas, é comum que, às vezes, a gente se dê o “luxo” de usufruir e viver certas situações que não podíamos viver enquanto estávamos endividados.

Todavia, a linha entre consumir itens mais caros e voltar a se endividar é muito tênue. Ou seja, sair das dívidas é apenas o primeiro passo até que a sua saúde financeira esteja completa e restaurada.

Pensando nisso, separamos alguns hábitos que você precisa evitar para continuar saindo das dívidas com sucesso. Confira abaixo e veja se você pratica algum!

Comprar por impulso:

As compras por impulso são muito frequentes entre pessoas que estiveram limitadas em consumir determinados produtos. Por exemplo, muitas pessoas se endividam e não conseguem mais comprar roupas. Aí, quando conseguem finalmente colocar as finanças em ordem, vão lá e fazem um banho de loja completo.

O problema é que enquanto você ainda está se organizando financeiramente, é possível que ainda encontre dificuldades em pagar contas ou de fazer o seu dinheiro sobrar. Nesse sentido, o ideal é liquidar todas as dívidas para aí sim realizar essas compras. Evite comprar por impulso ou compre um número de itens que caibam no seu bolso.

Uma outra dica válida para esse tipo de situação é justamente comprar itens à vista com um dinheiro reservado para essa compra em específico.

Fingir que as dívidas não existem:

Outro hábito que você precisa evitar quando estiver saindo das dívidas é fingir que suas pendências financeiras não existem. Muitas pessoas se endividam com a premissa de que com mais de cinco anos, as dívidas “caducam”.

As coisas não funcionam bem assim! O mais importante que você pode fazer nessa situação é reconhecer que não consegue pagar tudo e buscar uma maneira de renegociar essas dívidas, afinal, é melhor pagar uma parte do que não pagar nada.

Atualmente, existem várias formas de renegociar as dívidas como o Serasa Limpa Nome e o Mutirão de Negociação de Dívidas, da Febraban.

Fazer vários cartões, principalmente os de loja:

Os cartões de loja são, normalmente, a porta de entrada para a vida financeira de muita gente. Isso porque, o score não precisa ser alto e o cliente recebe muitas vantagens. 

O problema dos cartões de loja são as taxas que implicam em suas compras. Quando você deixa de pagar uma fatura, a tendência é que aquela cobrança se torne uma bola de neve por conta das altas taxas. Por isso, fuja desses cartões!