Pelo quarto ano consecutivo, Brasil é o país com maior número de ligações spam

O resultado veio através do relatório global realizado pelo aplicativo Truecaller, empresa que bloqueia ligações spam.

Ligações spam são aqueles contatos indesejados como telemarketing
Ligações spam são aqueles contatos indesejados como telemarketing - Shutterstock

por Loyane Lapa
Publicado em 19/12/2021 às 10:30
Atualizado às 10:30

COMPARTILHEFacebook Finanças e EmpreendedorismoPinterest Finanças e Empreendedorismo

Pela quarta vez seguida, o Brasil recebe o “prêmio” de país com maior número de ligações spam do mundo. O resultado veio através do relatório global realizado pelo aplicativo Truecaller, empresa que bloqueia esse tipo de ligação em smartphones.

Para quem não conhece, ligações spam podem ser compreendidas como aquelas ligações indesejadas, como telemarketing, ligações que ligam e desligam, entre outras.

Um dos dados que chamam atenção é que o Brasil teve uma média de 32 ligações spam por mês para cada usuário. Abaixo do Brasil, na segunda colocação está o Peru com pouco mais da metade, cerca de 18 contatos.

Além disso, o levantamento aponta que a maior parte das chamadas de spam no Brasil tenham origem em serviços financeiros (44,1%), como bancos, cooperativas de crédito, operadoras de cartão de crédito, e vendas de todos os tipos (39%). Já em terceiro lugar aparecem tentativas de golpe, com 16,9%.

Em seguida, na categoria SMS spam, o Brasil está na oitava colocação. Quem lidera este ranking é o Camarões. Em seguida estão: Somália, Tanzânia, Congo, Burkina Faso, Costa do Marfim e Benin. 

Para a pesquisa, “dizer que o Brasil tem problema com spam é pouco. Quatro anos seguidos como o país mais afetado por spam deveria servir de alerta às autoridades para que sejam adotadas restrições e multas”.

O resultado dessa pesquisa chega muito próximo de uma medida que a Anatel tomou para conter esse tipo de problema. A partir de 2022, empresas de telemarketing que efetuam contato terão que utilizar o número 0303 em suas ligações. Assim, usuários podem identificar do que se trata e optarem por não atender, já sabendo do que se trata.

Por fim, aos curiosos que ficaram interessados em saber quais países também fazem parte da lista, figuram no ranking países como: Ucrânia, Índia, México, Indonésia, Chile, Vietnã, África do Sul, Rússia, Colômbia, Espanha, Equador, Turquia e Itália.

Com informações de Isto É Dinheiro.