Investimentos: conheça aplicações para começar com R$ 100

Existem muitas opções de investimentos que são acessíveis para o seu bolso: conheça 3 opções!

Existem investimentos de todos os gostos com valores acessíveis para todos!
Existem investimentos de todos os gostos com valores acessíveis para todos! - Shutterstock

por Loyane Lapa
Publicado em 08/10/2021 às 15:30
Atualizado às 15:30

COMPARTILHEFacebook Finanças e EmpreendedorismoPinterest Finanças e Empreendedorismo

Com o preço nas alturas das contas e dos alimentos, fica difícil fazer sobrar algum dinheiro no bolso, não é verdade?

Mas para quem consegue guardar uma reserva, saiba que o ideal é que esse dinheiro seja investido. Afinal, deixar o dinheiro parado na conta não rende. 

Pensando nisso, nós separamos algumas alternativas de investimentos que podem ser feitos com R$ 100. Vamos lá?

CDB:

O Certificado de Depósito Bancário, conhecido também pela sigla CDB, é uma ótima opção de investimento para quem não pode aplicar muito dinheiro. Essa é uma opção prática e rentável para quem não tem tanto dinheiro.

Além disso, o CDB é um investimento de renda fixa com garantia do Fundo Garantidor de Crédito (FGC). Ou seja, em caso de imprevistos, seu dinheiro será ressarcido. 

Para quem não conhece como funciona, o CDB é uma opção de investimento que você empresta dinheiro para o banco. Normalmente, o prazo de devolução é estipulado no momento da aplicação, então é possível que você saiba o quanto receberá de volta. 

Tesouro Direto:

Um investimento que se tornou o queridinho de muitos brasileiros é o Tesouro Direto. Além de ser simples, existem títulos com valores muito acessíveis: a partir de R$ 30, já é possível aplicar o seu dinheiro a curto, médio e longo prazo.

Atualmente, existem três opções de investimento disponíveis:

  • Tesouro Prefixado: com investimento inicial de R$ 30;
  • Tesouro IPCA+: com investimento inicial de R$ 58;
  • Tesouro Selic: com investimento inicial a partir de R$ 100.

Ainda assim, o site do Tesouro Direto ainda possui testes de perfil de investidor no qual você pode identificar qual dos três é a melhor opção de acordo com suas metas futuras.

Ações:

Para quem prefere uma opção que fuja da renda fixa, é possível investir em ações com pouco dinheiro. Afinal, investir em não implicam em um determinado valor, então com R$ 100 dá para adquirir quantas ações preferir.

No entanto, é necessário ter muita cautela ao investir em ações. Já que, para isso, é necessário analisar muito bem a empresa a qual você está direcionando o seu dinheiro. 

Por isso, é muito importante avaliar o histórico, tempo de existência, qual sua missão, visão e valores, além de outras informações que considere essenciais antes de investir.

TAGS