Como se organizar financeiramente para 2022?

Falta pouco mais de um mês para chegarmos a 2022. Mas e você, já começou a se organizar financeiramente para o próximo ano? Confira dicas!

Manter as contas em dia é uma ótima maneira de se organizar financeiramente
Manter as contas em dia é uma ótima maneira de se organizar financeiramente - Shutterstock

por Loyane Lapa
Publicado em 21/11/2021 às 15:30
Atualizado às 15:30

COMPARTILHEFacebook Finanças e EmpreendedorismoPinterest Finanças e Empreendedorismo

Adeus, Ano Velho. Feliz Ano Novo! Ainda não chegamos lá, mas falta bem pouco. E você, já se organizou financeiramente para 2022? Então que tal conferir dicas para fazer esse planejamento financeiro?

Neste ano, o Brasil bateu recorde de endividamento. De acordo com a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic) do CNC, 74,6% das famílias estão em situação de dívida

Por isso, é muito importante manter as finanças saudáveis e quem sabe, se planejar para renegociar essas dívidas no próximo ano. Confira abaixo!

1. Estabeleça seus objetivos

O primeiro passo para se organizar financeiramente é estabelecendo objetivos. Independentemente de quais são eles, é importante que você tenha em mente tudo aquilo que pretende fazer para pôr em prática no próximo ano. 

Seja um curso, uma viagem, uma renegociação de dívidas, enfim, pense em tudo aquilo que você gostaria de realizar em 2022, mas que depende de um planejamento financeiro.

2. Conheça a sua realidade financeira

Apesar de ser muito bom criar objetivos e estabelecer metas, é preciso entender se elas cabem dentro da sua realidade financeira. Por mais que uma viagem ao exterior seja maravilhosa, é válido saber se essa viagem vai comprometer seu orçamento.

Então, tente adequar seus objetivos de acordo com a sua realidade financeira, para depois não precisar se organizar financeiramente para liquidar dívidas ou deixar de realizar tarefas importantes para não ficar com o nome sujo.

3. Conheça a fundo suas despesas e gastos frequentes

Já conviveu com pessoas que gastam mais do que ganham mensalmente? Essa é a realidade de muitas pessoas aqui no Brasil. É claro que existem situações que é preciso viver desse jeito por necessidade, mas neste caso, estamos falando de pessoas que gastam dinheiro de maneira compulsiva.

Utilize uma maneira de mapear seus gastos frequentes, como compras mensais ou semanais, contas essenciais como gás, luz e água, além de valores que possuem um destino certo dentro da sua realidade.

Essa é uma maneira muito bacana de se organizar financeiramente e entender o que é necessário e o que é supérfluo.

4. Diga adeus para gastos desnecessários

Através do mapeamento, você consegue entender quais são os gastos essenciais e tudo aquilo que pode ser cortado do seu orçamento. Por isso, observe minuciosamente o que pode aguardar para ser comprado, ou gastos que podem ser eliminados.

Aqui, você pode incluir a academia que você não vem frequentando, serviços de streaming que você quase não assiste, os lanches de delivery que você faz semanalmente e outras despesas desnecessárias.

5. Crie o hábito de guardar dinheiro

Depois de cortar essas despesas supérfluas, você com certeza vai ficar com mais dinheiro sobrando no bolso, não é verdade?

Então que tal investir esse dinheiro ou guardá-lo para algo mais importante?

Você pode colocar em prática também técnicas como o método 50-15-35 para delimitar os gastos do seu dinheiro e juntá-los para colocar algum de seus objetivos em prática. 

Gostou do conteúdo? Que tal compartilhá-lo com alguém que precisa se organizar financeiramente no próximo ano?