Como economizar nas compras de supermercado? Confira 3 dicas importantes!

Em outubro, o preço da cesta básica aumentou chegou aos R$ 700. Conheça maneiras de economizar nas compras!

A batata é um dos alimentos que mais encareceram a cesta básica
A batata é um dos alimentos que mais encareceram a cesta básica - Shutterstock

por Loyane Lapa
Publicado em 13/11/2021 às 10:30
Atualizado às 10:30

COMPARTILHEFacebook Finanças e EmpreendedorismoPinterest Finanças e Empreendedorismo

Nesta semana, o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) divulgou que o valor da cesta básica voltou a subir no mês de outubro, chegando a custar R$ 700. Estima-se que em 1 ano, a cesta básica subiu mais de 30% no Brasil.

E com os preços tão altos, é comum que a maioria da população deixe de lado produtos importantes para que a alimentação caiba no seu orçamento. Segundo o próprio Dieese, seria necessário que o salário mínimo do país fosse de R$ 5.886,50 para que esse valor de cesta básica fosse equivalente aos gastos.

Ainda de acordo com o levantamento, um trabalhador precisou de 118 horas e 45 minutos para adquirir uma cesta básica no mês de outubro. E esse valor compromete ainda mais as famílias de baixa renda que precisam gastar cerca de 60% do seu salário para manter a alimentação em dia.

Entre os alimentos que mais registraram alta, estão:

  • Batata, que oscilou de 15% a 33%;
  • Café, com variações na casa dos 10%;
  • Tomate, com alta de até 55%.

Além destes, há ainda alimentos como açúcar, óleo de soja, leite, manteiga e feijão. O único alimento que registrou queda foi a carne bovina de primeira, por conta da queda na exportação com o veto da China à carne brasileira. Mas ainda assim, os preços continuam altos para boa parte da população.

Pensando nisso, separamos algumas dicas que podem ser úteis para o momento de fazer as compras. Continue a leitura e veja maneiras de economizar nas compras de produtos para o mês!

1. Faça uma lista fixa de compras

Para evitar gastos desnecessários ou que possam ir além do que você pode arcar, crie uma lista fixa de compras. Ela vai te ajudar a nortear os alimentos essenciais para seu mês ou semana, sem desperdícios. 

Além disso, a lista vai te ajudar a economizar. Afinal, tendo noção do que é necessário ou não você pode incluir ou cortar alimentos que ainda não acabaram na sua residência, por exemplo. 

Desse jeito fica mais fácil evitar que alimentos estraguem ou gastos desnecessários.

2. Estabeleça as quantidades

Após montar essa lista fixa de alimentos, é importante entender quais são as quantidades necessárias para cada produto. Alimentos que se estragam com facilidade devem ser comprados perto do seu período de consumo, para evitar desperdícios. 

Muitas vezes, legumes e verduras são comprados em grandes quantidades pensando no mês. Contudo, dependendo do armazenamento, eles podem facilmente ir parar no lixo por questões de apodrecimento. 

Caso o valor esteja bom, vale a pena comprar e encontrar maneiras de preservar esses produtos, como guardar congelado e ir descongelando conforme o uso.

Por fim, vale lembrar: quanto mais você souber sobre a quantidade gasta durante o período entre uma compra e outra, melhor! 

3. Compare preços dos produtos

Também é vital que você esteja monitorando de forma constante os valores oferecidos em supermercados. Para isso, você pode acessar os sites de mercados próximos de você, checar os encartes e entender qual o melhor preço para o bolso.

Atualmente, existem aplicativos para celular como o Pinngo e o MeuCarrinho em que é possível monitorar os preços de alimentos e comprar nos que oferecem o menor valor!

Além disso, existem mercados que possuem seus próprios sistemas de desconto. Por isso, é importante cadastrar seus dados e aproveitar essas promoções.

Agora que você já sabe como economizar mais nas compras, que tal compartilhar esse artigo com alguém que também precisa saber disso?