'Pretos no topo': quais são as dificuldades encontradas por pessoas negras para conquistar cargos de liderança?

De acordo com dados do IBGE, 54% da população brasileira é preta. Mas por que apenas 30% dos cargos de liderança são ocupados por pessoas negras?

Mesmo capacitados, profissionais negros são deixados de lado na seleção de cargos de liderança
Mesmo capacitados, profissionais negros são deixados de lado na seleção de cargos de liderança - Shutterstock

por Loyane Lapa
Publicado em 20/11/2021 às 15:30
Atualizado às 15:30

COMPARTILHEFacebook Finanças e EmpreendedorismoPinterest Finanças e Empreendedorismo

Dia 20 de novembro é conhecido popularmente como Dia da Consciência Negra. A data faz referência a morte de Zumbi, líder do Quilombo dos Palmares, no período do Brasil Colônia. Atualmente, a data é referência para reflexão e resistência para a população negra.

Mesmo em 2021, a população negra ainda é obrigada a lidar com a desigualdade e discriminação em diversos ambientes da sociedade. E, provavelmente, o mais gritante deles é no mercado de trabalho

De acordo com um levantamento realizado pela Catho, profissionais negros recebem até 34% a menos do que brancos, o que reforça essa desigualdade no âmbito trabalhista.

Dentro de várias empresas cria-se a ilusão de que existe a inclusão por conta da contratação de profissionais negros. Mas dados confirmam que pessoas negras normalmente ocupam os cargos mais baixos como jovens aprendizes, estagiários, trainees e analistas, por exemplo.

Segundo o Instituto Ethos, apenas 6,3% dos profissionais que ocupam cargos de supervisão são pessoas negras. Em cargos executivos, como em conselhos de administração, esse número é ainda menor: 4,7%.

Enquanto isso, pessoas negras continuam se capacitando para ingressarem no mercado de trabalho. Mas sem senso de representatividade e de empresas que abram suas portas para esses profissionais, como conquistar cargos de liderança em empresas sendo uma pessoa negra? 

Essa é uma pergunta que ainda precisa de respostas mais concretas. Mas se as coisas continuarem da maneira que estão hoje, a expectativa é de que a igualdade entre negros e brancos seja conquistada daqui a 100 anos, segundo o diretor do Instituto Ethos.

O que fazer para aumentar a inclusão de pessoas negras em cargos de liderança?

Atualmente, muitas empresas já possuem essa preocupação de transformar pessoas negras em líderes dentro de suas empresas. Para isso, há um investimento em ações afirmativas, destinadas a esses profissionais. 

Além disso, é necessário também que essas empresas invistam em capacitação para que pessoas negras conquistem e possam disputar de igual para igual com pessoas brancas.

Vale ressaltar que hoje, ser uma pessoa negra em posição de liderança é não se resume a ser apenas um ato meritocrático. 

É muito importante que pessoas negras sintam-se acolhidas e em posição de equidade dentro das empresas. Essa é uma maneira fundamental para que pessoas negras possam se desenvolver e futuramente ocupar cargos de liderança.

Mesmo que a desigualdade e o racismo sejam problemas sociais, é possível acelerar a inclusão e a igualdade dentro da sua empresa. Basta estar disponível para que essa mudança ocorra onde você está.

Maneiras de promover a igualdade dentro da sua empresa: