Melinda Gates: a trajetória inspiradora da mulher que vai além do posto de “ex de Bill Gates”

Conheça mais sobre Melinda Gates, empreendedora e eleita a 5° mulher mais poderosa do mundo

Melinda Gates
Melinda Gates - Reprodução/Instagram @melindafrenchgates

por Gabriela Campos
Publicado em 21/05/2021 às 15:19
Atualizado às 15:19

COMPARTILHEFacebook Finanças e EmpreendedorismoPinterest Finanças e Empreendedorismo

Melinda Ann French Gates é empreendedora, mãe, escritora, cientista da computação, investidora, filantrópica e, em 2020, foi considerada a 5ª mulher mais poderosa do mundo segundo a Revista Forbes. 

Contudo, apesar da grande carreira e trabalho desenvolvido por Melinda, foi nos últimos dias que o nome da empreendedora grudou igual chiclete nas manchetes dos jornais de todo o mundo. O motivo? O divórcio de Melinda e do seu agora ex-marido, Bill Gates, o cofundador da Microsoft e o 4º homem mais rico do mundo, também segundo a Forbes.

Preparamos um breve resumo sobre alguns dos trabalhos incríveis de Melinda e também uma panorama com as possíveis motivações do divórcio para mostrar o porquê ela precisa, definitivamente, parar de ser vista apenas como “ex-mulher de Bill Gates”. 

Aluna destaque, funcionária exemplar

Melinda nasceu em Dallas, no norte do Texas, e desde criança foi destaque em sua classe. Formou-se em Ciência da Computação e Economia em 1986, pela Universidade Duke (onde mais tarde concluiu seu Mestrado em administração de empresas). 

Antes mesmo de conhecer o atual ex-marido, Melinda trabalhou na Microsoft em 1987, como uma das responsáveis pelo lançamento dos produtos da marca.

Melinda: investidora, empreendedora e escritora

Entre as ações envolvendo empreendedorismo de Melinda está a criação, em 2015, da Pivotal Ventures, uma empresa que por meio de investimentos financeiros e da incubação de ideias transformadoras, busca a expansão do poder e da influência das mulheres e o fortalecimento do bem-estar das pessoas nos Estados Unidos. 

E por falar em influência das mulheres... em 2019, Melinda lançou o seu livro, batizado de  “O momento de voar: como o empoderamento feminino muda o mundo”. Na obra, Melinda traz histórias e dados chocantes sobre questões urgentíssimas, como o combate ao casamento infantil, a universalização do acesso a métodos anticoncepcionais e o fim da desigualdade de gênero no mercado de trabalho. 

O livro tem uma crítica de ninguém menos que Malala Yousafzai, ativista paquistanesa mundialmente reconhecida por seu trabalho em defesa aos direitos humanos e, especialmente, das mulheres. "Este livro é um manifesto urgente por uma sociedade igualitária, em que as mulheres sejam valorizadas em todas as áreas”, diz o comentário de Malala.

Bill and Melinda Gates Foundation

Junto com o agora ex-marido, Melinda está à frente desde 2000 da Bill and Melinda Gates Foundation, uma fundação que, em conjunto com empresas, governos e organizações sem fins lucrativos, atua no combate às desigualdades. “Somos otimistas impacientes trabalhando para reduzir a desigualdade”, diz a biografia do perfil do Twitter da Fundação. 

De acordo com o comunicado oficial do divórcio publicado nas redes sociais de Bill e Melinda, os dois seguirão juntos à frente da Fundação.

Sobre o divórcio

De acordo com a imprensa internacional, entre os motivos da separação do casal, dois são apontados como principais: a postura inadequada de Bill Gates com as mulheres que atuavam em sua empresa, a Microsoft, e a amizade do mesmo com o Jeffrey Epstein, falecido em 2019, poucos meses depois de ser preso acusado de abuso e tráfico sexual de menores de idade. 

O divórcio foi anunciado ao público no dia 3 de maio deste ano, por meio de uma comunicado oficial nas redes sociais de Bill e Melinda. Na nota, o casal afirmou que irá prosseguir junto com os trabalhos da Fundação e pediu um pouco de espaço e privacidade para a família navegar por essa nova fase.

Uma curiosidade sobre o divórcio do casal Gates é que, de acordo com a CNN, os advogados de Bill e Melinda são os mesmos que atuaram em outro divórcio bilionário em 2019: o de Jeff Bezos (fundador da Amazon) e MacKenzie Scott. 

Até o momento, estima-se que Bill, que possui um patrimônio líquido de cerca de US$126 bilhões, transferiu US$3 bilhões para a conta de Melinda.