Fluxo de caixa: qual a importância para o sucesso do seu negócio?

O fluxo de caixa serve para nortear o seu negócio a curto, médio e longo prazo

Invista em softwares que ajudam a manter as despesas em dia | Imagem: Shutterstock
Invista em softwares que ajudam a manter as despesas em dia | Imagem: Shutterstock

por Loyane Lapa
Publicado em 07/10/2021 às 14:31
Atualizado às 14:31

COMPARTILHEFacebook Finanças e EmpreendedorismoPinterest Finanças e Empreendedorismo

Muitos empreendedores no início de suas atividades possuem dificuldades em separar o que é da pessoa física e o que pertence à pessoa jurídica, sem separar o seu fluxo de caixa. Afinal, todo começo requer adaptações e é normal que essas atividades se confundam. 

Mas você já parou para pensar o que é um fluxo de caixa e qual a importância dessa atividade para o seu negócio? Pois é. Essa é uma boa pergunta para dar início ao assunto. Vamos lá?

O fluxo de caixa é uma ferramenta que ajuda você, empreendedor, a tomar decisões. Isso porque, com ela, é possível acompanhar toda a movimentação financeira da empresa. Sendo assim, o fluxo de caixa serve para controlar a parte financeira do seu negócio.

Com ele, você tem acesso aos gastos de forma mais detalhada, o quanto de dinheiro que entra e o quanto sai da sua empresa e o mais importante: reconhecer a saúde da gestão financeira do seu empreendimento. 

Com um fluxo de caixa, tudo fica mais organizado! Já que assim, você consegue ver se está lucrando, remanejar valores e tomar decisões de um jeito mais consciente. 

Isso porque, qualquer falha ou atraso pode afetar a vida financeira da sua empresa. Então ter essas informações sob controle ajuda e muito a manter as contas, fornecedores e aluguel em dia, sem ficar devendo a ninguém. 

Veja agora algumas atitudes que você pode tomar para manter o fluxo de caixa em dia!

Use a tecnologia a favor do seu negócio:

Imagine o trabalho que dá passar todas as movimentações de entrada e saída da sua empresa em papel? Além de caótico, esses papéis podem se perder. Sem falar que não é muito organizado fazer anotações a mão. 

Para isso, você pode contar com softwares para computador ou até mesmo para celular, em que é possível fazer todos esses registros de forma muito rápida e prática. Além disso, esses aplicativos tornam o acompanhamento mais fácil e acessível na palma da sua mão.

Entretanto, caso você seja uma pessoa que prefere o papel, também dá para realizar todos os registros em planilhas de Excel. Assim, você pode imprimir suas movimentações e arquivá-las em pastas.

Esse não é o procedimento mais adequado, mas pode ajudar por um tempo.

Registre todas as informações possíveis!

Já frisamos essa informação, mas vale lembrar: registre todas as movimentações financeiras da sua empresa. Categorize entradas, saídas, gastos e o que mais considerar relevante para constar no seu fluxo de caixa.

Lembre principalmente de registrar as entradas. São esses valores que vão te nortear e entender quais são as principais receitas do seu empreendimento.

Pense no depois também:

Outra informação que merece destaque na hora de lidar com o fluxo de caixa é justamente pensar no longo prazo. Além de reservar um dinheiro para esse período, realize um planejamento estratégico focado no desempenho da sua empresa daqui a cinco anos, por exemplo.

Além disso, é importante fazer uma projeção de curto a médio prazo. Como daqui a um ou dois anos. Desse jeito, é possível comparar e analisar o quanto você cresceu.

Quais são as informações mais importantes para ter em um fluxo de caixa?

Você pode ter mais detalhamento no seu fluxo de caixa, mas a informações essenciais são essas abaixo:

  • vendas e recebimentos nos próximos meses e, se possível, até o ano seguinte;
  • pagamentos de fornecedores e demais custos (variáveis e fixos);
  • disponibilidade financeira em caixa e nas contas para eventuais investimentos ou urgências;
  • capital de giro para manter a operação por determinado período.

Viu como é fácil manter o fluxo de caixa em dia e qual a importância para o seu negócio? Agora fica mais simples de tocar as contas da sua empresa.

Fontes: Sebrae.

TAGS