Especial Oscar: 3 reflexões que o filme Soul traz para os empreendedores

Produção é indicada nas categorias de Melhor Trilha Sonora Original, Melhor Filme de Animação e Melhor Som

Filme Soul
Filme Soul - Reprodução/Instagram @disneyplusbr

por Gabriela Campos
Publicado em 23/04/2021 às 09:28
Atualizado às 09:28

COMPARTILHEFacebook Finanças e EmpreendedorismoPinterest Finanças e Empreendedorismo

Neste domingo (25), em todos os cantos do mundo, as pessoas estarão conectadas em uma transmissão pra lá de tradicional: a premiação do Oscar 2021. A 93ª cerimônia de entrega dos Academy Awards, ou Oscars 2021, promete agitar o final de semana dos profissionais e também dos fãs de cinema, premiando os melhores filmes lançados entre janeiro de 2020 e fevereiro de 2021.

Produções do mundo inteiro foram indicadas para as 23 categorias da cerimônia, porém, hoje viemos falar exclusivamente sobre uma dessas, o filme Soul, da Pixar, que é indicado nas categorias de Melhor Trilha Sonora Original, Melhor Filme de Animação e Melhor Som. 

Lançado no Brasil no dia 25 de dezembro de 2020, o filme se apresenta como uma animação para crianças, mas traz reflexões importantíssimas para todos que estão em busca do sentido da sua vida. 

Pensando nisso, separamos três reflexões que o filme Soul traz e que são essenciais para todo empreendedor. Depois de ler o texto abaixo, o conselho é: prepare uma pipoca bem gostosa, deixe lencinhos de papel por perto e dê play no filme (disponível na Disney+). Você irá chorar de rir e chorar de emoção com as aventuras de Joe Gardner.

1. Mergulhe de cabeça!

Joe é um músico aficionado pelo seu sonho, o qual é, basicamente, fazer e viver da música. Em busca desse sonho, Joe abre mão de um emprego fixo como professor e realmente cai de cabeça na jornada. As escolhas de Joe geram um resultado positivo, já que logo no começo do filme vemos o “sim” que ele recebe e que o deixa transbordando de felicidade. 

Empreendedor(a), quantas vezes as pessoas te aconselharam a buscar algo mais estável, sem tantos riscos? Um milhão, eu imagino. Mas mantenha-se firme e mergulhe de cabeça no que você acredita. Vai dar certo!

2. Onde você está mergulhando?

Joe mergulha em seu sonho como músico, mas quando este sonho finalmente começa a ser alcançado, ele acaba caindo (literalmente) em uma outra realidade, a qual o faz questionar-se sobre diversas atitudes que tomou durante a jornada e lhe mostra o verdadeiro sentido da vida. 

Joe era entusiasta da música, mas de onde será que veio essa paixão? Para onde essa paixão pretendia o levar? E o mais importante: como ele viveu este processo?

Todos temos sonhos, nos quais podemos e devemos sim mergulhar de cabeça durante a sua busca, mas não podemos nos esquecer de viver durante essa jornada e de não viver apenas por conta dessa jornada. 

É importante que o processo de busca do sonho também seja prazeroso e inspirador. Vai ser assim 100% do tempo, empreendedor(a)? Não, óbvio! Mas mergulhar de cabeça em algo e esquecer de todo o sentido das coisas em volta pode ser uma grande cilada. Afinal, se aquilo der errado, isso significa que a sua vida acabou? 

3. Pessoas inspiradoras inspiram

Durante o filme, Joe conhece 22, uma jovem alma que não é lá muito fã da vida. Para tentar mostrar para 22 o verdadeiro sentido da vida, o músico viaja por diversas histórias e momentos que ele viveu e que, além de darem um click em sua mente sobre a sua verdadeira missão, inspiram a jovem 22.

Quando você encontra o seu verdadeiro propósito de vida, empreendedor(a), quando você entende ONDE deve mergulhar de cabeça, as pessoas se contagiam com a grande inspiração que emana de você - mesmo nos momentos difíceis. 

Então aqui vai o segundo conselho deste texto: busque aquilo que faz a sua alma (em inglês, soul) brilhar! E, claro, não deixe de assistir esse lindíssimo filme. 

Leia também