As características de um empreendedor de sucesso - Parte 2

O colunista Magno Sipaúba apresenta quais são as características de um empreendedor de sucesso

As características de um empreendedor de sucesso - Parte 2
As características de um empreendedor de sucesso - Parte 2 - Shutterstock

por Magno Sipaúba
Publicado em 10/06/2021 às 10:00
Atualizado às 10:00

COMPARTILHEFacebook Finanças e EmpreendedorismoPinterest Finanças e Empreendedorismo

Em sua coluna aqui no Finanças e Empreendedorismo, o autor Magno Sipaúba apresenta quais são as 7 características de um empreendedor de sucesso. Neste segundo texto, Magno irá mostrar 4 das 7 características de um empreendedor de sucesso. Com a palavra, Magno!

Características de um empreendedor de sucesso

4ª Ousadia

Diferente de como muitos pensam, a ousadia não significa ausência de medo. Todo ser humano possui essa emoção, ela faz parte do nosso instinto. O medo é necessário para a nossa sobrevivência. Imagine se os nossos ancestrais mais corajosos não tivessem medo de um leão à espreita numa savana e corressem em direção ao bicho toda vez que o vissem? Talvez não estaríamos aqui para contar história, não é verdade? 

Bom, sabendo que o medo é importante, o segredo é o que fazermos com ele. O medo de fracassar te paralisa ou você avança do mesmo jeito? Os empreendedores bem-sucedidos  sabem lidar com os fracassos, por isso quando estão num novo projeto, embora a lembrança do último fracasso ainda exista, eles avançam e buscam alternativas para controlar ou abrandar as emoções negativas que vão surgindo em suas mentes. Infelizmente, alguns empreendedores não se dão bem na vida e se deixam levar por essas emoções e são controlados por elas. 

Ousadia significa avançar mesmo com medo ou sem medo.

5ª Objetivo claro

“Definir metas elevadas, ter aspirações quase intangíveis, imbuir as pessoas da convicção de que elas podem ser atingidas – são coisas tão importantes quanto o balanço patrimonial, e talvez até mais importantes” - Joseph C. Wilson

Um objetivo, por definição simples, é o que se pretende alcançar. Sobretudo, precisa ser claro, de fácil execução, sendo concretizado com passos diários e atitudes simples, pois quanto menor for o grau de estresse e dificuldade, maiores serão as chances de se construir hábitos de sucesso que te impulsionarão ao alvo. 

Além de tudo, seu objetivo precisa ser cativante, inspirador, atraente, significativo. Adotando esse comportamento diário, pode ser um antídoto contra os grandes desafios que poderão surgir ao longo de sua jornada.

Quebre o seu objetivo em pequenas atividades e desenvolva um “miniplano” de execução para não perder de vista o andamento do seu progresso. Torne o seu objetivo fácil de ser alcançado. Aqui valem algumas observações:

Muitas ideias e pouca execução de nada valem. O projeto não sairá do papel. Os dias vão passando e ninguém tomou nenhuma atitude simples e prática para se alcançar o alvo.

Quem disse que o cenário ideal vai aparecer para você executar o seu projeto? Pode ser que nunca chegue. Portanto aja com as ferramentas que estão ao seu dispor. Aprender a jogar o jogo do empreendedorismo com as cartas que estão em nossas mãos é melhor do que ficar aguardando as melhores cartas chegarem. Isso implica em fazer o que for necessário para que o projeto saia do papel. Sempre haverá uma forma de progresso, mesmo em cenários de crise. 

6ª Aprenda com a adversidade

Se os titãs das épocas passadas estivessem vivos hoje, com toda certeza eles não estariam falando dos seus sucessos. Eles estariam falando dos fracassos ou dos momentos que eles quase fracassaram, dos desafios, das derrotas momentâneas que eles passaram. Eles estariam falando das situações difíceis e das adversidades que eles passaram como empreendedores. 

Suas experiências, quer sejam “boas ou ruins”, têm poder para lapidar o seu ser, o seu caráter e te colocar num nível muito maior do que muitas outras pessoas. Jamais menospreze seu passado, suas decisões e atitudes. Todos erram! A diferença é que muitos empreendedores aceitam o erro sem julgamentos internos - e obviamente se saem bem melhor do que muitos outros. 

Não tenha medo de errar. Isso significa que você está testando novas maneiras e até melhores para se alcançar o objetivo. Um método que pode te ajudar é o que eu chamo de TEAM.

TESTAR - teste uma nova possibilidade de fazer melhor do que tem feito até agora. Busque novas alternativas, novas soluções, novos caminhos. Inovação não significa criar algo novo. Inovação é desenvolver pequenas melhorias no dia a dia.

ERRAR – o erro faz parte da evolução. Quando um bebê está aprendendo a andar, significa que a fase de engatinhar já perdeu a graça. Então ele levanta um pouco (TESTA uma nova possibilidade de continuar se movimentando), dá um pequeno passo e cai (ERRA)! Chora aos berros, mas lá vai ele de novo. Assim ele testa (levanta-se e anda), erra (cai e chora) e segue até acertar.

ACERTAR -  o acerto é o estágio onde você conseguiu diminuir a tensão de fazer aquela atividade. Sempre que se pretende realizar algo novo ou melhor haverá um nível de tensão satisfatório. Mas na medida que, assim como um bebê que está aprendendo a andar e não desiste da ideia, você testa, erra, testa novamente e erra, seu cérebro está buscando novas alternativas para desempenhar tal tarefa com menos tensão possível. O segredo é ser uma criança. Nunca desista!

MELHORAR – como disse anteriormente, se estamos decididos a não permanecer na “zona de conforto” a melhoria contínua pressupõe que em alguns momentos vamos errar, pois não queremos ficar engatinhando pelo resto da vida. É um ciclo. Busco novas formas de fazer diferente (TESTAR), não obtenho resultados satisfatórios (ERRAR), mas se eu não desistir do primeiro passo eu chegarei no terceiro (ACERTAR) como eu acredito que posso ainda fazer melhor (MELHORAR), pois a zona de conforto não anda com o empreender, eu volto para a primeira fase novamente. Tudo isso se chama evolução.

7ª Águia anda com Águia

Se você quer ser um atleta acima da média e acorda às 5h da manhã para treinar e seus amigos chegam às 10h para o treino, eles dirão que você perdeu o juízo. E tão logo você passará a acordar mais tarde, pois não faz sentido nenhum, não é hábito do seu grupo. 

Agora, se você decide treinar com atletas que possuem o mesmo propósito que o seu e todos acordam às 5h da manhã, logo, não é nada de anormal acordar esse horário. Para se destacar no seu novo grupo você precisará fazer muito mais do que acordar cedo. 

Andar com pessoas melhores do que você cria uma atmosfera de movimento saudável onde um contribui para o crescimento do outro e, neste caso, você precisa fazer parte dessa contribuição. Terá que se mexer! Galinha anda com galinha. Águia anda com Águia.

Leia também